UM EMPREENDIMENTO CUJA CONCEPÇÃO ESTÁ LIGADA À PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

Patrimônio Ecológico

A Reserva do Abiaí é um empreendimento cuja concepção está intimamente ligada à preservação do Meio Ambiente. Não foi à toa que a Valero Brasil escolheu a Fazenda Cabeça para a realização desse sonho. Um lugar repleto de riqueza natural, belíssimas paisagens, vegetação exuberante e fauna preservada. É mais de 1 milhão de metros quadrados com mata nativa preservada.

Nesta perspectiva a natureza torna-se não apenas parte de um cenário, mas encontra-se inserida dentro de um conceito de qualidade de vida e empreendedorismo ambiental. Para licenciamento ambiental do empreendimento, foram elaborados um Estudo de Impacto Ambiental e um Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima), que foram submetidos à análise dos órgãos ambientais e devidamente aprovados, ocasião em que houve a liberação da Licença de Instalação.

Antes de qualquer intervenção na área, um dos primeiros passos em prol de garantir a preservação dos recursos naturais foi a averbação das áreas de Reserva Legal. Desde então, a Valero Brasil tem promovido todas as medidas de controle e recuperação ambiental previstas no EIA/Rima em busca da preservação dos recursos naturais, através da proteção das Áreas de Preservação Permanente e de Reserva Legal, enriquecimento da vegetação nativa, plantio de mudas florestais nas áreas de manguezais, ações de educação ambiental, entre outras, sempre em busca de promover uma perfeita harmonia entre o homem e a natureza, sendo este o maior valor da Reserva do Abiaí.

Reserva Legal

“Área localizada no interior de uma propriedade ou posse rural, com a função de assegurar o uso econômico de modo sustentável dos recursos naturais do imóvel rural, auxiliar a conservação e a reabilitação dos processos ecológicos e promover a conservação da biodiversidade, bem como o abrigo e a proteção da fauna silvestre e da flora nativa”, Lei Federal nº 12.651/2012. A Reserva do Abiaí tem cerca de 700 mil metros quadrados destinados à Reserva Legal.

Área de Preservação Permanente

“Área protegida, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas”, Lei Federal nº 12.651/2012. Com mais de 600 mil metros quadrados de APPs, a Reserva do Abiaí é dotada de um preservado ecossistema de manguezal e mantém uma faixa não edificante a 100 metros da falésia.

Corredor Ecológico

Corredor ecológico é uma faixa de vegetação que liga fragmentos florestais, proporcionando à fauna o livre trânsito entre as áreas protegidas e, com isso, a troca genética entre as espécies. Visando assegurar a preservação das espécies da fauna local, a Reserva do Abiaí assegurou corredores ecológicos entre as áreas de Reserva Legal e Preservação Permanente.

Recuo da Falésia

Corresponde a um tipo de área de preservação, considerada uma faixa não edificante, onde, a partir da linha de ruptura do relevo – neste caso, encontro abrupto da terra com o mar – delimita-se pelo menos 100 metros em projeções horizontais.

Baseada na Lei nº 12.651/2012.

Educação Ambiental

A Valero Brasil, empresa responsável pela implantação da Reserva do Abiaí, propõe em seu conceito sustentável a realização de projetos socioambientais cujo foco será a contribuição para a melhoria da qualidade de vida da comunidade do seu entorno. Partindo primeiramente da conscientização da mesma sobre a conservação dos recursos naturais, estimulando a percepção sobre a importância da participação da sociedade no equilíbrio do meio ambiente.

Partindo primeiramente da conscientização da mesma sobre a conservação dos recursos naturais, estimulando a percepção sobre a importância da participação da sociedade no equilíbrio do meio ambiente.

Foi criado um Programa de Educação Ambiental que na sua primeira grande ação, realizou uma visita a uma escola municipal de Pitimbu onde foram desenvolvidas diversas atividades com o objetivo de estimular o respeito ao meio ambiente desde cedo entre os alunos.

Na sequência, os alunos fizeram uma visita a Reserva do Abiaí onde plantaram mudas e participaram de dinâmicas de grupo para fixar os conceitos do cuidado com a natureza. Tudo isso foi realizado objetivando gerar uma consciência crítica para tomadas de decisões, sendo esta reflexo de ações efetivas, capazes melhorar a qualidade de vida da população.

Trilha Caminhada da Reserva

Foi realizada na Reserva do Abiaí a Trilha Caminhada da Reserva. O evento foi coordenado pelo Grupo Trilhas e Caminhos e chegou a ter cerca de 100 adeptos inscritos através da doação de 3Kg de alimentos não perecíveis, doados à Colônia de Pescadores de Pitimbu.

O percurso foi de 7km com passagens pelos mirantes, barra do rio e mangues.

A Reserva do Abiaí padronizou todos os participantes com a distribução de camisas e chapéus australianos para proteção do forte sol que fez naquele dia.